El Calafate, Patagônia Argentina.

0 Compart.
Siga-nos:
Facebook
Facebook
Instagram
Centro da cidade

El Calafate é uma cidade singela na Patagônia às margens do grandioso Lago Argentino. Possui uma ótima estrutura hoteleira, boa gastronomia e várias opções de passeios. Fica na província de Santa Cruz, próximo a fronteira com o Chile e a cerca de três horas de avião de Buenos Aires. Bem pitoresca, é um ótimo ponto de partida para os amantes da natureza que visitam o maior símbolo da região, o glaciar Perito Moreno. Pode-se também explorar outros destinos mais distantes como Torres Del Pane no Chile ou El Chaltén, reduto de alpinistas. O intenso vento patagônico é algo que chama a atenção do visitante logo ao chegar e é boa a sensação de estar “Quase no fim do Mundo”. O título de “Fim do Mundo” ficou para a cidade de Ushuaia, a mais austral da Argentina.

 

El Libertador é a avenida principal onde todos se encontram, lá concentram-se restaurantes para todos os gostos e bolsos, pequenos supermercados, lojas de artesanato, de roupas de inverno e de inúmeras pequenas agências de turismo. Lógico, também não podiam faltar as tentadoras lojas de chocolates e alfajores. É fácil se encantar com as ruas de El Calafate pela simplicidade das suas casas simples e coloridas, seus jardins tão bem cuidados e hotéis charmosos de estilo suíço. A pequena cidade recebe turistas do mundo todo principalmente no verão quando as temperaturas são mais amenas e os dias são mais longos.

Estâncias
Lago Argentino

Pode-se alugar um carro caso queira fazer os passeios por conta própria . Se você se hospedar nas proximidades do centrinho caminhe  por 15 minutos e visite a Laguna Ninez. A lagoa é uma extensa reserva ecológica com um grande reduto de aves como os exuberantes flamingos chilenos. Não deixe de conhecer a verdadeira calafate, símbolo da Patagônia. Calafate é um arbusto espinhoso  com flores amarelas e frutos comestíveis roxos.  Planta bem típica da região.

Dicas e curiosidades:

  1. Além de cachecol e luvas não deixe de levar filtro solar, óculos escuro e um casaco corta – vento.  No verão,  durante o dia,  pode até esquentar um pouco mas as temperaturas abaixam rapidamente com a chegada da noite. El Calafate fica a menos de 1700 quilômetros da Antartida.
  2. Fazer o câmbio em Buenos Aires é com certeza a melhor opção. Não leve reais. Caso pague em “efectivo”, ou seja com pesos, você pode obter descontos em vários lugares e passeios.
  3. Existem as típicas “estâncias patagônicas” com suas criações de ovelhas onde é possível se hospedar ou apenas visitar e fazer uma refeição agradável e bem campestre.
  4. Não deixe de experimentar o cordeiro patagônico e a famosa “cucina al disco”, um tipo de guisado. Culinária típica e bem saborosa para os dias de frio.
  5. Compre água e lanches no supermercado do centrinho e leve com você nos passeios, principalmente nos “trekkings”. Explore a região ao redor do Lago Argentino e aprecie o azul-turquesa  intenso de suas águas que contrasta com as montanhas de gelo ao fundo. Imagine em perspectiva, o lago, a floresta e os Andes. Simplesmente perfeito!
  6. No verão o nascer do sol acontece por volta das 05h30 e o pôr do sol ocorre apenas por volta das 22h30, um espetáculo a parte. O inverno é uma estação a se evitar pois algumas atrações não funcionam. A alta temporada vai de outubro a abril. Janeiro e fevereiro são os meses com mais turistas.
  7. Negocie os passeios em mais de um lugar, com certeza conseguirá bons descontos. Procure as agências maiores e as mais bem conceituadas para evitar dor de cabeça. Não se deixe levar pelos guias autônomos.
  8. Doces, geleias e licores feitos do fruto calafate são bem apreciados. Você vai gostar do sabor e vai querer experimentar outras iguarias. Segundo a tradição “quién come calafate alguna vez reglesará por más”. Que delícia!
  9. Faça uma visita ao pequeno Museo Regional Municipal que fica na avenida principal El Libertador para se familiarizar com a interessante história da região e de seus fundadores. Entrada gratuita. 
Planta Calafate
Siga-nos:
Facebook
Facebook
Instagram

Sedona, Arizona. A terra das pedras vermelhas

12 Compart.
Siga-nos:
Facebook
Facebook
Instagram

 

Sedona – cidade incrível no Arizona

Sedona no Arizona é simplesmente uma cidade deslumbrante!  Não é a toa que suas paisagens naturais servem de pano de fundo para muitas produções americanas. A cidade é famosa por suas Red Rocks, a maioria da população é de aposentados  americanos e eles costumam falar que “Deus fez o Grand  Canyon, mas mora em Sedona”. Pura sabedoria!

Localização

Situada a duas horas do Grand Canyon  e a uma hora de Williams (cidade que possui trem direto para o Grand Canyon). Março a junho e setembro a dezembro os hotéis ficam mais caros, então opte por ficar em cidades próximas como Flagstaff ou Williams (Historic Route 66). Para não se arrepender, planeje ficar pelo menos uns 3 dias!

Na estrada
Na estrada

Pontos turísticos

Lugares interessantes: Cathedral Rock, Red Rock Scenic Byway, Bell Rock, Chapel of the Holy Cross, Trilhas pelo Airport Mesa entre  outros. Lugares  ótimos para trilhas.

Sedona Airport Overlook
Sedona Airport Overlook

Dicas 

Ande sempre com garrafas de água,  lanches prontos , filtro solar e use sapatos confortáveis para  facilitar nas trilhas. A natureza é exuberante. Rios naturais, rochas íngremes avermelhadas e uma grande variedade de cactus na região. Paisagens bucólicas inesquecíveis!

Rios e riachos
Rios e riachos

 

Melhor época

De dezembro a fevereiro você evita multidões e aproveita mais inclusive  o centro da cidade com suas lojas, galerias de arte e restaurantes sempre tão  charmosos. Há um clima de velho – oeste. Famosa pelo Sedona’s jazz on the Rock Festival em Setembro.

Centro de Sedona

Slide Rock State Park

Existem muitas “waterslides” (toboáguas) naturais como no concorrido parque Slide Rock State Park. Chegue  bem cedo para aproveitar, a diversão é garantida! As crianças adoram. Bem, nem só as crianças! Difícil não se encantar!

 

Slide Rock State Park
Slide Rock State Park

Belas paisagens!

Sedona é uma cidade maravilhosa também para os amantes da fotografia, realmente de tirar o fôlego, não importa para que lado você olhe, os “canyons invertidos” criam paisagens únicas! 

 

Vista de Sedona
Vista de Sedona

Mística

Também famosa pelos seus Vortex, pontos em que a energia do planeta é concentrada, muitos praticantes de yoga e meditação procuram esse destino. Realmente um lugar abençoado!

 

Capela " The Holy Cross"
Capela ” The Holy Cross”

 

 

Siga-nos:
Facebook
Facebook
Instagram