A Rota do Vinho em São Roque – uma agradável surpresa!

49 Compart.

A Rota do Vinho

Detalhes da Cantina Dona Lina
Detalhes da Cantina Dona Lina

A chamada Rota do Vinho fica no município de São Roque, a cerca de 50 km da capital de São Paulo e é sem dúvida um ótimo passeio gastronômico! Chega-se até o município de São Roque pelas rodovias Raposo Tavares ou Castelo Branco.

 

Você também é daqueles que só de pegar a estrada já fica feliz? Então, esse roteiro bate e volta pode ser o ideal!

 

Vinícola Terra do Vinho
Vinícola Terra do Vinho

O roteiro

 A Rota do Vinho é formado basicamente por três estradas, a do vinho, a Estrada dos Venâncios e a rodovia Quintino de Lima onde concentram-se inúmeras vinícolas, adegas, restaurantes e muitas lojinhas.  Olha os doces, uma verdadeira perdição! 

 

E os vinhos então!

 

 

O mapa 

As estradas do roteiro são bem sinalizadas mas o ideal é você pesquisar e escolher aonde parar com antecedência pois são mais de 20 estabelecimentos.

Mapa da Rota do Vinho
Mapa da Rota do Vinho

Clima de montanha

É impossível ver tudo em um dia só, mas que bom, assim você vai poderá voltar mais vezes! No percurso não deixe de admirar a paisagem e o clima serrano.  

 

 

Boa gastronomia

O nosso objetivo inicial além de degustar vinhos (é claro), era conhecer o famoso restaurante italiano Cantina Dona Lina. Existem vários outros restaurantes renomados no caminho, é só escolher! Pela fila de carros, o restaurante Vila Don Patto promete!! Quem sabe na próxima!

 

Vila do Pato
Vila do Pato

 

Antes de parar para almoçar fomos visitando algumas vinícolas! Prepare-se para comer e beber muito bem!

Adega Terra do Vinho

 

 

Logo no início do roteiro paramos na Terra do Vinho por se considerada uma das melhores adegas da região, realmente um lugar agradável e bem aconchegante! O estabelecimento oferece degustação de frisantes, vinhos diversos, queijos artesanais e sucos de uva! O de uva branca é simplesmente maravilhoso!

Suco de uva branco
Suco de uva branco

O único problema é que dificilmente vai sair dessa vinícola sem levar algum produto! E como resistir a essas delícias? 

Os imigrantes e seus vinhedos

A estrada é rodeada de árvores e construções antigas que remetem às cidades europeias. Imigrantes italianos e portugueses vieram para São Roque e cobriram seus morros com vinhedos e adegas no final do século XIX. Talvez seja esse um dos maiores charmes dessa região!

Villa Cangueira

 

Escolhemos uma segunda parada na Villa Cangueira que desde 1952 está na estância turística de São Roque. Um lugar acolhedor com  videiras, adega, restaurante e área de playground. Ótimo para as crianças!

Villa Cangueira
Villa Cangueira

O que me chamou a atenção na fachada além do belo prédio foram as fontes que parecem transbordar vinho. Vale com certeza algumas fotos!

Villa Cangueira
Villa Cangueira
Villa Cangueira
Villa Cangueira

A lojinha da Cangueira vende vários produtos como geleias, biscoitos (gigantes), vinhos, cachaças e muitos doces de Minas Gerais. Existe até um pastelzinho especial de uva no restaurante! Que tal?

Biscoitos de Minas- Villa Cangueira
Biscoitos de Minas- Villa Cangueira
Villa Cangueiro- pastelzinho de uva
Villa Cangueiro- pastelzinho de uva
Degustação de doces - Cangueira
Degustação de doces – Cangueira

Quando ir 

A Rota do Vinho atrai turistas o ano todo e fica lotado aos domingos e feriados! Na Real na próxima vez, iria no sábado! No verão, entre janeiro e fevereiro parece ser a melhor época para visitar já que é a época da colheita da uva! Os pés de uvas também chamados de videiras, parreiras ou vinhas ficam cheios de frutos. 

Vinícola Casa da Árvore – rústica

 

 

A Casa da Árvore é um lugar bem rústico, com uma pequena tirolesa, e lógico uma lojinha com produção própria. No verão, na época da colheita suas parreiras ficam lotadas e você pode adquirir caixas de uvas com preços bem em conta! Um lugar simples mas interessante para tomar um cafezinho no fim da tarde a beira do lago!  

Vinícola Góes

Vinícola Góes
Vinícola Góes

 

A Vinícola Goes é uma das mais tradicionais da região. Um lugar com um amplo estacionamento, jardins e um lago com música ao vivo. Possui uma visita guiada de 01h30 que custa R$35,00 por pessoa que inclui a degustação de 5 tipos de vinho. Em janeiro, há uma outra visita chamada Vindima e inclui a colheita e pisa da uva. Um lugar bem concorrido, peguei fila para entrar na loja, aonde acontece a degustação. Oferecem vinhos e frisantes para todos os gostos e bolsos! 

 

 

São muitas variedades de vinhos e sucos na Vinícola Góes! Um que faz sucesso na hora da degustação é o chopp de vinho!

Cantina Tia Lina

Lina Squeglia de Góes, a tia Lina (filha de imigrantes italianos), já aos 12 anos preparava um delicioso macarrão com ovo. Fonte: site Cantina Tia Lina.

Na década de 90 começou a desenvolver pratos caseiros e vendia na feira de hortifruti granjeiros aos domingos e fazia um sucesso! Finalmente em 1999, realizou seu maior sonho e inaugurou o seu restaurante. Que sorte a nossa!

Cantina Dona Lina
Cantina Dona Lina

Um ambiente familiar com mais de 300 lugares mas uma casa com ar de fazenda do interior.

Cantina Dona Lina- entrada com ar de fazenda
Cantina Dona Lina- entrada com ar de fazenda

A Cantina da Dona Lina possui estacionamento, brinquedoteca, uma tirolesa e um empório no andar térreo.

Tirolesa Cantina Dona Lina
Tirolesa Cantina Dona Lina

Apesar da espera de quase 1 hora (com senha) valeu a pena cada minuto só para provar o delicioso rondelli 4 queijos com alcachofa.

Rondelli de 4 queijos com alcachofra
Rondelli de 4 queijos com alcachofra

O cardápio é recheado de massas saborosas feitas com molho de tomates caseiro! A polenta de entrada é também bem apetitosa! Os pratos são bem servidos e os sucos naturais são servidos em jarras, deliciosos!

Massas deliciosas para 2
Massas deliciosas para 2

Doces italianos Pasticceria Nonna Grazia (Empório)

Pense em um doce típico italiano tão bom quanto os originais na ilha da Sicília, Itália! Pois bem, “la bellissima” e simpática D. Grazia produz essas delícias! E que surpresa agradável de repente conhecer essa doceira de mão cheia, bem ali no Empório da Cantina D. Lina! Pois é até que esperar pela mesa valeu a pena!

Nonna Grazia
Nonna Grazia

Não é por nada que uma das suas criações, o “Sfogliata” de banana com canela ficou entre os finalistas do festival de gastronomia Sabor de São Paulo!

Doce premiado
Doce premiado
Nonna Grazia a vencedora!
Nonna Grazia a vencedora!

E os cannolis fresquinhos então? Uma massinha fina crocante (faz até barulho) em forma de tubo e recheada com cremes variados de damasco, doce de leite com nozes, chocolate meio amargo entre outros, uma delícia! Experimente o de limão siciliano, é divino!

Cannoli de limão siciliano
Cannoli de limão siciliano

Imagina uma mesa enorme cheia de doces maravilhosos e um ótimo atendimento. Dá para perder? Conselho meu: leve para viagem! Hum!!

Massas, doces italianos, vinhos e cantinhos especiais, tudo de bom! Concordo com o escritor francês renascentista François Rabelais: ” O bom vinho agrega o coração do homem”